Se você atentar aos detalhes da transação imobiliária, verá que a declaração de Imposto de Renda não é uma tarefa complicada. #PraCegoVer

Se você optou por financiar um imóvel, é preciso prestar contas na declaração do Imposto de Renda para Pessoa Física (IRPF). Porém, você sabe como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda?

O IRPF 2020 é muito importante, pois é uma ferramenta que pode ser utilizada para conferir um crédito bancário e obter financiamento para aquisição de bens duráveis, como um imóvel. 

Além da apuração de imposto, a declaração do Imposto de Renda para Pessoa Física analisa o fluxo de recursos no ano, podendo ser utilizada para outros fins, como, por exemplo, para a posse e aposentadoria do servidor público. 

No entanto, é importante entender e compreender essas situações burocráticas para realizar boas transações financeiras no mundo imobiliário. Siga a leitura deste post e veja como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda.

Como Declarar Imovel Financiado no Imposto de Renda

A declaração de imóveis é um dos assuntos que mais gera dúvidas entre os contribuintes na hora de preencher a declaração. Ainda que pareça ser uma tarefa simples, confusões com valores e pagamentos podem gerar complicações com a Receita.

Mesmo que você escolha o financiamento como modalidade de pagamento para o seu imóvel, é preciso declarar no IRPF. Para entender como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda, confira a seguir.

  • Imóvel financiado no IRPF 

O imóvel já pronto ou em planta financiado deve ser declarado na aba de “bens e direitos” do programa da Receita Federal e, para isso, você precisa selecionar o código do bem que vai declarar, por exemplo: 

11 –  Apartamento

12 – Casa 

13 – Terreno

E não esqueça de acrescentar que o bem é financiado. 

No campo “Discriminação” da ficha, o contribuinte precisa prencher o máximo de informações sobre o bem. Devem ser informados os dados do imóvel, como tamanho e endereço, a data da aquisição, se a compra é individual ou em conjunto com outra pessoa, os valores da entrada, o valor pago no ano de 2019 e também o saldo devedor.

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) sacado para esse fim, o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e as despesas de cartório também devem constar no documento de declaração.

Saiba Mais Sobre o Imposto de Renda Para Imóvel Financiado

Declarar o imóvel financiado no Imposto de Renda, apesar de detalhado, não é uma tarefa difícil. Basta estar atento a todos os gastos envolvidos na transação para constar no IRPF. 

Ficar atento nas datas também é importante durante o processo, visto que tem data limite estipulada pela Receita para prestar esta declaração no Imposto de Renda. Ou seja, se você adquiriu um imóvel no ano de 2020, você terá até o fim do mês de abril de 2021 para concluir isso.

Você gostou do texto? Compartilhe com seus amigos e familiares para que eles fiquem por dentro sobre como declarar um imóvel adquirido de forma financiada no Imposto de Renda.  

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo WhatsApp.

Se preferir, faça uma visita a nossa sede.

Endereço: Rua Gonçalves Chaves, 762 – Centro, Pelotas.
Acesse nosso site e veja diversos imóveis à disposição para a venda.

Rodrigo Fuhro Souto
Autor

Com 34 anos de atuação no mercado imobiliário pelotense, nós, da Fuhro, estamos sempre em busca de melhoria contínua. Queremos oferecer aos nossos clientes e colaboradores oportunidades incríveis de relacionamento. Temos nisto nosso principal objetivo enquanto empresa: fazer de nosso trabalho um atalho para a realização de muitos sonhos. Há 3 anos à frente deste segmento, venho reforçar nosso compromisso em criar uma equipe que transmita aos nossos clientes aquilo que mais cultivamos: experiências incríveis.

Escrever Comentário