Condomínios fechados são sinônimo de segurança e bem-estar. #PraCegoVer condomínio fechado com sacadas, terraço e algumas árvores na frente.

Sem dúvidas, você conhece alguém que mora em um condomínio fechado e está sempre falando sobre as vantagens do lugar. Estou certo?

Morar em um condomínio fechado, realmente, tem inúmeros benefícios, principalmente para aqueles que têm filhos ou netos pequenos.

Digo isso devido aos espaços de lazer que oferecem e, sobretudo, à segurança, permitindo que as crianças brinquem seguras na área externa do imóvel.

Há ainda uma série de outras vantagens em morar em um condomínio fechado, mas para saber quais são elas, você precisa conferir este conteúdo.

Aqui, vou explicar a você o que é e como funciona um condomínio fechado. Continue comigo e lembre-se de, ao final, compartilhar este texto com seus amigos em sua rede social.

Boa leitura.

O Que é um Condomínio Fechado?

Condomínio fechado configura um conjunto residencial privativo que pertence a vários condôminos.

Ou seja, é um domínio residencial cujas vias de circulação, espaços em comum e lotes pertencem a inúmeras famílias.

Contudo, como comentei, é uma área, sobretudo, privativa. Isto é, não é aberta ao público, somente àqueles que são proprietários dos imóveis. 

Os condomínios fechados reúnem um conceito de morar que visa o compartilhamento de custos para a manutenção de um padrão de moradia. 

Dessa maneira, o mercado imobiliário oferece diferentes propostas de condomínios, que variam no tipo de estrutura e segurança que os condôminos procuram.

Ao buscar um condomínio para morar com sua família, por exemplo, você pode encontrar opções como:

  • referentes à estrutura – além da estrutura interna do apartamento, condomínios com academia, supermercado, playground, salão de festas, piscina, entre outras áreas de lazer.
  • referentes à segurança – a maioria dos condomínios oferece segurança e portaria 24h, monitoramento por câmeras, guarita, entre outras medidas de proteção.
  • referentes à privacidade – a maioria dos condomínios, por ter porteiro 24h, impede que você receba visitas inesperadas ou tenha que atender vendedores ambulantes, por exemplo.

Cabe a você, portanto,  escolher o lugar que melhor atende às expectativas de sua família e o ideal de conforto e segurança  que tanto procuram.

Todavia, saiba que, para morar em um condomínio, é preciso seguir certas regras de boa convivência.

Se você deseja conhecer algumas dessas regras e entender melhor como funciona um condomínio fechado, continue a leitura deste conteúdo.

Como Funciona um Condomínio Fechado?

Conforme comentei no tópico anterior, os condomínios fechados reúnem um conceito de morar que permite que você tenha o conforto e a segurança que deseja.

Dessa maneira, mensalmente, é exigido dos condôminos o pagamento de uma taxa de condomínio para a manutenção da estrutura interna da área bem como para benfeitorias.

No mais, por ser uma área compartilhada, a modalidade de moradia também exige o cumprimento de um conjunto de regras, as quais são baseadas no Código Civil e na Lei de Condomínio.

Essas regras estão documentadas em um regimento e relacionam-se, sobretudo, ao convívio dos moradores.

Discutido e estabelecido em assembleia, portanto, o regimento interno do condomínio é um documento construído de modo coletivo pelos moradores.

Por essa razão, é importante que você esteja ciente de que ao morar em condomínio fechado, sua presença em assembleias e convenções de condomínio são essenciais.

Para garantir, contudo, que as todas as regras sejam respeitadas, em todo condomínio há uma figura bastante importante: o síndico.

No tópico a seguir, entenda melhor o papel desse profissional.

Síndico do condomínio

Todo condomínio fechado tem a presença do síndico, profissional eleito pelos condôminos a partir de uma assembleia.

Ao profissional cabe as funções estritamente administrativas do condomínio e a missão de garantir que o regimento interno seja respeitado.

Ainda, a fim de evitar que exista conflito entre os moradores, ao síndico também é dada a missão de formular regras, que serão discutidas e aprovadas em assembleia.

Todas essas medidas são tomadas a fim de que o condomínio ofereça de fato o que você busca enquanto conceito de moradia.

Se você gostou de saber um como funciona um condomínio fechado, comente abaixo e compartilhe este post com seus amigos e familiares em sua rede social.

Na Fuhro Souto, há um setor responsável por assuntos condominiais, entre em contato pelo WhatsApp e fale com um de nossos atendentes para tirar suas dúvidas.

É um prazer estar #semprecontigo.

Daiana Chagas
Autor

Como Gestora da área de Condomínios na Fuhro Souto, junto à equipe de facilitadoras, oferece as melhores soluções para quem busca uma administradora profissional de condomínios em Pelotas. Intermedia as relações entre síndicos e condôminos, oferecendo as melhores soluções do mercado imobiliário.